terça-feira, março 30

Da blogosfera

Há por aí muita gente que pauta a sua actividade na blogosfera com o recurso à poesia. Acho lindo, a sério. Cesariny se o PSI20 dá sinais positivos, António Aleixo quando rebenta um novo escândalo de corrupção, Sá Carneiro para lamentar a vida desportiva do Sporting, Florbela Espanca se o amor de perdição resolve rebolar com uma badalhoca qualquer, Al Berto se o Vasco do 2ºD arqueia as sobrancelhas e atira um olá lascivo, Alberto Caeiro quando o gato arrota as buganvílias do vizinho, Adília Lopes se a vida nos fode forte e feio... Lamentavelmente, o meu charco, que não vale um escarro, jamais conhecerá tamanha profundidade literária.

6 criaturas afundaram esta pérola:

lampâda mervelha disse...

Um gato que arrota a buganvílias, deve ser cheiroso, não?






Conta lá, quem é? Quem é?

Rute disse...

lol. Quando temos a nossa Blue quem quer saber dos poetas? =P

O Pinoka disse...

Acabaste de fazer poesia.
Eh!Eh!

pinguim disse...

O uso repetido e indevido da poesia desvirtua-lhe totalmente a sua beleza...

Fernanda disse...

Não digas issooo...o teu charco é do melhor que há.
Cada escrita tua aqui é uma fonte de criticas certas, pensamentos coerentes e sobretudo inteligentes
porque nos fazem sempre por o cérebro em movimento, para além de por qualquer um a qualquer hora que aqui venha, bem disposto...:))

Gosto muito deste charco, acredita...cheira bem..:))


Aproveito para te desejar uma Feliz Páscoa e a todos os que amas e estão perto de ti.

Um beijo

Irascível disse...

O teu blog não irá ser enterrado pelo tempo e pela poeira. És grande, blueminerva. Cumprimentos :)