quarta-feira, abril 22

Prognóstico ante-morten

Não há nada de romântico em fumar cigarros. Já uma ganza, hum... Ainda que nunca tenha fumado um charro, ou talvez por isso, sempre achei que havia qualquer coisa de sedutor na ganza. Cigarros não. Aliás, o que separa o sexo do romance é a pausa para o cigarro. E se contabilizar-mos as beatas no cinzeiro, chegamos rapidamente à conclusão que somos capazes de definhar cancerosos mas ao menos, escapamos ao aumento do colesterol, hipertensão arterial, obesidade, infarto do miocárdio e a chamada morte súbita, que sedentarismo não encaixa neste dicionário.

5 criaturas afundaram esta pérola:

pinguim disse...

Fiquei doente depois de ler isto, e deixei de fumar há mais de cinco anos.
Beijinhos.

Su disse...

ando a fumar q nem uma besta---eu sei


jocas maradas.sempre

Ricardo Ramalho disse...

A ganza?

Não tem nada do outro mundo! Não faço disso vida, já fumei disso para saber o que é, nunca fiquei com a cena da "forma de vida através da cannabis". É giro, é uma bebedeira diferente.

Serviu na aprendizagem. É uma experiência interessante, se for num contexto positivo.

Beijinho!

MouTal disse...

Depois de mais de quarenta anos de tabaco,já lá vão quase quatro meses sem fumar.
Já dei umas passas,mas soube-me tão mal que fiquei sem vontade de repetir.
Sinto que melhorei bastante a qualidade de vida...além de já ter poupado um colhão de euros.
Um beijinho.

Tá-se bem! disse...

Nunca fumaste uma ganza!? A mim dava a volta ao estômago sempre que experimentava... dassss assim dessem os cigarros... enfim! Não se pode ter tudo..

Beijocaa ;)