segunda-feira, janeiro 26

Interlúdio

Ando às voltas de ti. Desbravo atalhos, perco-me em ruelas e esbarro em esquinas. És um roteiro emaranhado. Inebriante. Viciante.
Seguro o fôlego e fixo os olhos nos rostos e nas vozes que me cercam. E as caras que eu vejo são a tua e as vozes que ecoam são a tua. E se o corpo me pesa, e se as pálpebras me cansam, é porque procuro com sofreguidão o teu corpo em lençóis povoados por estranhos, e nunca, nunca te alcanço... Que latitude é esta?



Faz-se tarde.
É tarde.
Tu tardas...
E eu, não consigo fazer-me cedo.

16 criaturas afundaram esta pérola:

pinguim disse...

É a tua veia mais pessoal, intimista e bela, que brota destes interlúdios.
Lindo!
Beijoka.

Anónimo disse...

Levanta-te em atitude, não ladeies
em altitude, e claro não pares de procurar, mesmo depois de teres encontrado outra visão do infinito.
- Cedo nasce o Sol!
Para quem sabe esperar…

Anónimo disse...

Mas se te distraíres no oceano dos teus lençóis...
Que mal faz o sal ao mar?
Senão a vontade de saciar a sede com a água doce...

O íman exerce uma força de atracão sobre o metal, talvez porque o metal se sinta atraído por ele.
Então a Força é mútua pois é de Junção.
Mas se o íman se inverte?
Sente-se repulsa e traição...
Complicado é por o íman e o metal naquela posição em que atrai sem colar, permanentemente a juntar e á afastar, como quem brinca com um magneto e um clipe tentando energia para sempre sem bater.

ηatalie αfonseca disse...

Senti agora que escreveste aquilo que te vai na alma. As tuas palavras. Os teus sentimentos. Não consegues fazer-te cedo. Mas nunca é tarde demais. :)* boa semana

GotchyaYinYang disse...

Fantástico... muito bem escrito.

Anónimo disse...

Gostei muito.
Nefertiti

Violeta disse...

Querida Blueminerva
Seleccionaste a música do meu filme favorito (ainda!!!)
"Faz-se tarde. É tarde. Tu tardas... E eu, não consigo fazer-me cedo."
conheço a sensação o que te posso dizer é que um dia deixarás de sentir esse "atraso", a tardia espera por o abraço, por o regresso.
Um dia perceberás que se não veio, já não virá. Desejo-te que nesse dia naõ sintas o quanto foi tardia a hora de te sentires cedo...
Um bj
e sê feliz, sem destruires o que tens em ti.

Su disse...

gostei de ler.t

q latitude é essa?????


jocas maradas........de tempo

GANDALF disse...

Tens geito sim senhor,gostei amiga linda,quero maisssssss,lol

beijokinhas

Rute disse...

"E eu, não consigo fazer-me cedo." Adorei! Clap clap **

Ricardo Ramalho disse...

Beijos miúda... beijos! :)

Mlee disse...

Blue,

É sempre lindo aquilo que escrevemos sob o efeito de "blues" ...
Essa latitude é um remoínho que engole e no qual nos rebolamos.

beijo grande

htsousa disse...

Muito bom! Um excelente interlúdio.

Diego Gonçalves Amaral disse...

Excelencia com as palavras, talvez um tanto doídas, mas por que sofrer tanto, se ele está se privando de tão agradável companhia?!

Sou mais você!

Grande beijo!

vita disse...

Muito bonito e sentido.;)

Beijo jeitosa

a.m disse...

Não conhecia... mas fiquei fascinada... Deixamos o tempo passar e a vida vai tardando e muitas vezes nada fazemos...

bj