domingo, julho 6

Já vos disse que adoro ténis?

* Ninguém me proporcionou tantas boas horas de ténis como o Andre Agassi.

* O fabuloso Pete Sampras era o esplendor na relva.

* Na terra batida, ninguém deslizava como o Thomas Muster.

* E as gargalhadas que dei de cada vez que o Goran Ivanišević partia uma raquete... e foram muitas.

* E quando o Patrick Rafter batia na bola eu esquecia-me de respirar.



Agora existe Roger Federer... e todos os meus antigos amores foram suplantados.
A final em Wimbledon é já daqui a umas horas, contra o cabrón de sempre.

10 criaturas afundaram esta pérola:

Rocket disse...

lá estás tu a odiar... um dia sentas-te ao meu lado para termos uma longa conversa...

uma estrela não se deve consumir de uma vez...

bjinhos c muito carinho...

Su disse...

e todos foram superados?:)))

jocas maradas

Freitas disse...

Coño, están siempre en tu camino.
Ahora, a jogar.

Fernanda disse...

Olá,

Também gosto bastante de tênis...
Sabes,... o meu idolo, o que me deliciava ver jogar era o Ivan Lendl...aquele jeito sereno e leve que ele tinha de olhar a raquete a cada Match Point e a cada ponto que acabava de ganhar, era arrasador. Para mim foi um dos melhores jogadores de tênis, ...um must de elegância e perfeição...lol
Suponho que nunca o viste jogar...lol
É do meu tempo,...sou um bocadinho mais velha que tu...lol

Agora, também sou fã do Roger Federer.
Dificil vencer o menino...lol

lampâda mervelha disse...

A mim parece-me com o teu "menino" federeu-se novamente... trálálá...

Freitas disse...

Também gostava muito do Ivan Lendl com aquele ar muito sério. Mas o me partia todo eram as discussões do McEnroe.

Ahora, el cabrón a ganado otra vez, coño. Por supesto a vendido su alma al diablo...

blueminerva disse...

Um hino ao ténis meus amigos... e o cabrón mereceu o troféu.
Roger Federer, o melhor tenista de sempre... na vitórias e nas derrotas.
Abraços povão

ηatalie αfonseca disse...

Joguei ténis durnate 10 anos, na competição! Chegou a uma altura em que tive de desistir, infelizmente!

Quando quiseres bater umas bolas, apita! :)

Freitas disse...

Blue, não era o Patrick Rafter que tinha a mania de trocar de roupa durante os jogos, inclusivé os calções? Não me recordo se era ele mas uma vez estava a ver um jogo, se não me engano no Open da Austrália, e ele cheio de calor troca de camisola e calções, para gáudio de muitas senhoras que o aplaudiam.

blueminerva disse...

O que me lembras Freitas... era o Rafter sim senhora.

abraços povão