quarta-feira, junho 18

Comportamentos

Tenho uma amiga que tem-se degradado numa relação amorosa de forma absolutamente deprimente. Custa-me vê-la numa situação tão penosa e custa-me ainda mais vê-la anular-se de forma progressiva. Apesar das constantes chamadas de atenção, não me parece que ela tenha forças ou sequer convicções para se soltar do ciclo vicioso que criou. É difícil acompanhar e tentar compreender uma situação pela qual nunca nos identificaríamos. É difícil acatar falsas reconciliações quando sabemos a priori que já não há voltagem que reanime uma relação. Tento colocar-me no lugar da minha amiga, mas não consigo. Ainda que goste mesmo de uma pessoa, que a adore descontroladamente, garanto-vos que dificilmente me apanharão a mendigar a atenção da mesma. Muito dificilmente. É uma questão de princípio à qual eu sempre fui fiel. E só não digo jamais, porque ninguém está livre de enlouquecer.

10 criaturas afundaram esta pérola:

Vieille Canaille disse...

Say hello, wave goodbye



Standing in the door of the Pink Flamingo
Crying in the rain
It was a kind of so so love
And I'm going to make sure it never
Happens again
You and I
It had to be
The standing joke of the year
You were a sleep around
A lost and found
And not for me I fear

I tried to make it work
You in a cocktail skirt
And me in a suit
(Well it just wasn't me)
You're used to wearing less
And now your life's a mess
So insecure you see
I put up with all the scenes
And this is one scene
That's going to be played my way

Take your hands off me
I don't belong to you, you see
Take a look at my face
For the last time
I never knew you
You never knew me
Say hello goodbye
Say hello wave goodbye

Under the deep red light
I can see the makeup sliding down
Hey little girl you will always make up
So take off that unbecoming frown
What about me- well
I'll find someone
That's not going cheap in the sales
A nice little housewife
Who'll give me a steady life
And won't keep going off the rails

Take your hands off me
I don't belong to you, you see
Take a look at my face
For the last time
I never knew you
You never knew me
Say hello goodbye
Say hello wave goodbye

We've been involved
For quite a while now
And to keep you secret has been hell
We're strangers meeting for the first time, okay?
Just smile and say hello
Say hello then wave goodbye

Say hello then wave goodbye (x3)
Say hello wave goodbye
Say hello then wave goodbye
Say hello say goodbye
Goodbye
Say goodbye
Say goodbye

Goodbye...



Soft Cell

Vieille Canaille disse...

Ela há-de acordar um dia... acredita! Pode ser que se arrependa de muita coisa nessa altura, mas não irá se afundar completamente. Ela terá de encontrar auto-estima e amor próprio, enquanto isso não acontecer, andará cega!

GotchyaYinYang disse...

O amor tolda muito a razão, mas ainda bem que a tua amiga te tem para a chamares à atenção, pois caso contrário, não tinha nada que a fizesse duvidar das suas acções.

Carloressu disse...

nunca devemos perder o nosso amor próprio. Só assim amamos e seremos amados.

Su disse...

ora , dizes bem, ela está out e ainda não deu conta.........
jocas maradas

L. C. disse...

Ficamos sempre chocados quando vemos isso a acontecer por perto.
À tempos descobri que uma pessoa (que em tempos pensei que era minha amiga), sob a máscara de independância e irreverência, foi algumas vezes parar ao hospital graças a um chulo (mesmo).
Antes, outra amiga que abandonou alguns sonhos por causa do namorado.
Mas como já disseram, tudo o que se possa dizer-lhes só fará eco quando elas reanimarem o seu amor-próprio... mas vale a pena ir falando, como diz o ditado "água mole em pedra dura...", o que não vale é desistir!

**

blueminerva disse...

Eu vou falando, não me canso de lhe alertar especialmente para o facto de ela estar a anular-se em detrimento de um canalha, mas está enfiada num coma, não ouve, nem vê e receio que num futuro próximo deixe de sentir.

Ah! Não me falem de amor, porque isto não é amor. É qualquer outra coisa, mas não é amor. Ou então a minha definição de amor é totalmente diferente.

Rocket disse...

o teu neurologista explica-te...

blueminerva disse...

Pois é Rocket... acontece que o meu problema é exactamente o oposto, tenho imensas dificuldades em me entregar por completo numa relação porque não consigo estabelecer a ligação de confiança... é com isto que tenho me debatido. Eu estou exactamente no lado oposto do problema, talvez daí se explique o quanto me custa vê-la nesta situação, que para mim é de todo impensável.

Rocket disse...

a relação de confiança não depende de ti. se consigo ganhar a confiança de cães ferozes e gatos esquivos consigo ganhar a confiança inequívoca de qualquer pessoa.
confiam em mim incondicionalmente, sempre assim foi, mesmo sabendo ... que não sou de fiar...

tens tido azar...ou melhor...não tens tido sorte...

essa barreira que ostentas, e lá terás as tuas razões para tal, para quem estiver realmente interessado ultrapassa-se com um doce sorriso...

poupa as tuas c'roas com o psy...