terça-feira, maio 13

Vícios

Abro a carteira de cigarros e saco um. Atiro a cabeça pra trás, fecho os olhos e delicio-me. Passa-me tanta merda pela cabeça. Um dilúvio emocional. A minha vontade em deixar o SG lights é proporcional ao tamanho do meu pénis.

15 criaturas afundaram esta pérola:

Miguel disse...

tá aí um caso complicado...

Não gosto dos SG ligth lol

Freitas disse...

Tal como eu suspeitava...

Vieille Canaille disse...

Assim de repente... sem motivo aparente... o cigarro?! O cigarro era como um falo, que me penetrava os pulmões, jorrando nicotina, que qual esperma viscoso, fecundava a podridão do vício... se o teu SG Lights é proporcional ao tamanho do pénis, ui... então adoraria chupar o teu SG Gigante...! mas como diziam os Monty Python: "And now, for something completely different":


Poema de amor sobre um tema de Whitman

Entrarei silencioso no quarto de dormir e me deitarei
entre noivo e noiva,
esses corpos caídos do céu esperando nus em sobressalto,
braços pousados sobre os olhos na escuridão,
afundarei minha cara em seus ombros e seios, respirarei tua pele
e acariciarei e beijarei a nuca e a boca e mostrarei seu traseiro,
pernas erguidas e dobradas para receber,
caralho atormentado na escuridão, atacando,
levantado do buraco até a cabeça pulsante,
corpos entrelaçados nus e trêmulos,
coxas quentes e nádegas enfiadas uma na outra
e os olhos, olhos cintilando encantadores,
abrindo-se em olhares e abandono,
e os gemidos do movimento, vozes, mãos no ar, mãos entre as coxas,
mãos, na umidade de macios quadris, palpitante contração de ventres
até que o branco venha jorrar no turbilhão dos lençóis
e a noiva grite pedindo perdão
e o noivo se cubra de lágrimas de paixão e compaixão
e eu me erga da cama saciado de últimos gestos íntimos
e beijos de adeus –
tudo isso antes que a mente desperte,
atrás das cortinas e portas fechadas da casa escurecida
cujos habitantes perambulam insatisfeitos pela noite,
fantasmas desnudos buscando-se no silêncio.



Allen Ginsberg

amsf disse...

Qualquer coisa começa por um primeiro passo e um clitóris tem tamanho suficiente para ser esse primeiro passo!

Cataclismo Cerebral disse...

O meu prazer de nicotina mora nos Camel. E deixar de fumar está fora dos meus planos, pelo menos por enquanto.

Abraço

Nuno disse...

Decide-te. Queres substituir ou não o prazer de fumar por outro? Bem sei que há momentos em que o prazer de um cigarro é quase insubstituivel, mas é 100% psicológico... a não ser que sejas transexual... mas como te conheço, esta questão não se coloca.

Beijos

Ricardo Ramalho disse...

Eheh

Vá lá... Tu és capaz! :)

blueminerva disse...

... do tamanho do meu pénis... que eu não tenho, entenda-se por favor.

OK, sou um fracasso no que a este assunto diz respeito. Não se pode ser bem sucedido em tudo não é?

Um arquipélago de abraços

Vieille Canaille disse...

Desculpa... adorei este teu post! Adorei o teu phallus fumare salutem!

blueminerva disse...

Vieille, tu és um querido!

O Pinoka disse...

e de repente fizeste-me lembrar das acompanhantes do Ronaldo.
Bjs

Rocket disse...

já experimentaste fumar dois ao mesmo tempo?

blueminerva disse...

Caríssimos companheiros,
Pra que não restem dúvidas, eu sou, sob todos os aspectos, inclusivamente os morfológicos, GAJA. Tenho dito.

Toni disse...

Experimenta tabaco de enrolar.
Fuma-se menos, sai muito mais barato e há com sabor a baunilha..

Canephora disse...

Por seres GAIJA... é que não entendo que a vontade de deixar de fumar, seja só vontade.