sexta-feira, maio 9

Ninguém me perguntou nada, mas...

... gostaria de partilhar convosco a minha opinião sobre o acordo ortográfico. Ora bem... como eu não tenho o discernimento intelectual e o poder argumentativo do Vasco Graça Moura vou tentar ser clara e objectiva, sem grandes floreados linguísticos, perceba-se. Eu quero que o acordo ortográfico se foda! Eu quero que o pessoal que redigiu o acordo ortográfico se fodam! Mais... o charco tem o prazer de vos enviar um contentor de merda mole e fresca para todos vós arautos da língua de Camões. Merda brasileira, que julgo ser da vossa preferência.



Tenho de ir trabalhar. Devia de despedir o patrão tal é a quantidade de merdas que tenho de fazer. Hoje é um dia merdoso. À noite vingo-me!

17 criaturas afundaram esta pérola:

Vieille Canaille disse...

Também não concordo com o acordo ortográfico, nem tão pouco tenho pachorra para pensar nisso, logo agora que estou de férias no Porto Santo, mas achei extremamento violento e despropositado da tua parte - se calhar não entendi bem o que queres dizer com isso - quando dizes "merda brasileira"! Parece-me um pouco xenófobo, não achas?

blueminerva disse...

Não é um ataque aos brasileiros. Já estive no Brasil e é um país maravilhoso com gente maravilhosa. É só uma referência à submissão da ortografia portuguesa perante a ortografia do português do Brasil. Tão só. Um abraço

Cataclismo Cerebral disse...

Primeiro, devo dizer que respeito muito o Brasil, o seu povo e a sua cultura. Mas não posso concordar com o acordo ortográfico, que apresenta erros gravíssimos e que não uniformiza como diz (exemplo gritante: com o acordo, Portugal mantém a palavra "facto" enquanto o Brasil mantém "fato"). Aliás, não tenho problemas em dizer que já assinei a petição online contra este acordo...

Abraço!

amsf disse...

Para que não me aconteça o que aconteceu à coitada da barata nem comento!

blueminerva disse...

Caro Cataclismo,
Subscrevo inteiramente. É por respeitar a cultura do Brasil que eu entendo que a ortografia deveria manter-se como está. Com as suas variantes.
Um abraço

Caro Amsf,
Ora ora... eu não sou uma pessoa violenta.
Tem todo o direito em discordar. Que maçada seria se estivessemos todos sempre em concordância.
Um abraço

Rute disse...

O acordo ortográfico dá-me gómitos!!!

Canephora disse...

Ok... tb não concordo com o acordo ortográfico.
Nós ensinamos português e eles agora dizem-nos como é que se deve escrever.
Como se diz, é o sacristão a ensinar o Pai Nosso ao Vigário.

Mas daí a aceitarmos a escrita de SMS para respondenr em exames escolares...
Venha o acordo.

Anónimo disse...

Pode ser que seja hoje que esbarre com a senhora bluemynerva na discoteca.Já fixei os pormenores da foto.

Anónimo disse...

Ajudava saber a cor dos olhos......

blueminerva disse...

E saberá por onde eu ando? Não se dê ao trabalho. Quanto aos olhos, lamento informar, mas sou vesga.

César disse...

É engraçado que este assunto te vindo À discussão practicamente todos os dias numa ou outra conversa de café, ou mesmo em algumas disciplinas que frequento por parte professores que fazem questão de dar a sua opinião sobre o assunto.
evo dizer-te que 99% das pessoas estão contra o acordo ortográfico ou pelo menos da maneira autoritarista que foi feito.
Arrisco mesmo em dizer que num referendo, este teria resultados históricos numa manifestação contra a sua entrada em vigor.
Posto isto, tá mais que visto em que mãos estamos em termos governativos e possivelmente vendidos a outros poderes também...
Por aqui fico...

blueminerva disse...

Nota:
Onde se lia Vasco Pulido Valente, deveria ler-se Vasco Graça Moura, porque é este último que tem manifestado a sua opinião contra o acordo. São ambos Vascos, mas personalidades distintas. Fica a correcção.

Caro César,
Tocou no ponto fulcral, "vendidos a outros poderes". Não poderia estar mais de acordo.
Um abraço

MouTal disse...

Anda uma melga à volta de ti...aplica-lhe o mata moscas.
Abraço.

lampâda mervelha disse...

Eu já nem acho piada a escrever batom, sutiã... quanto mais começar a cortar letrinhas mudas tão lindas.

Então e broche, vai assim ou passa a ser com X?

Eu quero ver se um dia se lembram de fazer um acordo com aqui o país do lado, o tal de "nuestro hermano" (nessa altura será ermano), e ainda me obrigam a escrever puñeta deste modo...

Joder!

Nuno disse...

...eu não discordo do acordo.Tem alguns pontos polémicos, mas na globalidade não discordo.
Acho que broche continuará a ser com a boca... e isto é fundamental para que não discorde do acordo.

Beijos

Freitas disse...

Partilho a opinião do César: o assunto deveria ir a referendo e convictamente iria chumbar. Era uma chapada no socas, mas ele estipula e depois diz que é assim. Como foi com o Tratado Europeu.
Este acordo, das alterações que já vi, é um abrasileirar ( se é que o termo existe) da nossa língua.
Também estou contra. Afinal quem criou a língua? Nós ou os brasileiros? Apesar de não se tratar de uma questão de posse ou de direitos de autor, penso que essa questão também deveria ter o seu peso.

L. C. disse...

Sou absolutamente contra esta treta de acordo ortográfico. A Língua Portuguesa é das mais ricas e esta suposta uniformização da tanga vem simplesmente mutilá-la. Nem fica uniformizada, nem fica simplificada nem o raio que os parta a todos os anormais que querem avançar com o acordo. É ridículo!!! Imagino Camões, Pessoa, Eça, Camilo Castelo Branco e tantos outros a darem voltas no caixão com esta tortura.

**