segunda-feira, maio 19

10% Kuduro Progressivo e 90% de mau gosto

Buraka. Buraka? Sim, Buraka Som Sistema. É um ultraje chamar aquilo de música. Dizer que é uma bosta, é simpatia. Detesto aquela sonoridade, sodomiza-me os tímpanos. Aquela vertente tribal misturada com House, Tecno e Drum&Bass é um nojo. Suspeito que seja o tipo de música ideal para ouvir enquanto se corta os pulsos com uma faca Sevigné. Rápido e indolor dado o incentivo sonoro.
Estudei pouco tempo no conservatório de música, mas foi o tempo suficiente para me arrogar o direito de achar que Buraka Som Sistema é, do pior que se faz neste país. Pior que Toni Carreira, D'zrt, Toys e afins.

16 criaturas afundaram esta pérola:

Vieille Canaille disse...

Quanta viol�ncia! Discordo totalmente contigo!! Eu diria antes que a multiplicidade musical, que re�ne diversos ramos ou campos da m�sica (desde m�sica �tnica africana � electr�nica - nas suas m�ltiplas variantes sonoras), torna este tema apetec�vel �s pistas de dan�as! � um tema com a rec�m consagrada M.I.A. (Maya Arulpragasam), que lan�ou nos �ltimos 3 anos dois �lbuns fabulosos, invulgares e completamente inovadores ("Arular" de 2005 e "Kala" de 2007), que recolhe sonoridades t�o vastas quanto ritmos africanos e brasileiros, fundindo-os com electr�nica, formando um corpo sonoro r�tmico viciante e inclassific�vel at� ent�o! N�o conhe�o bem os Buraka Som Sistema mas, se s�o coerentes com a f�rmula conceptual apresentada neste tema, que criticas neste post, ent�o, a meu v�r, s�o um projecto de grande valia! Quanto ao conservat�rio... � minha amiga, eu tamb�m l� estudei 3 anos e sei que o conservadorismo que l� impera - que te faz arrogar o direito de dizer que os Buraka Som Sistema s�o do pior que se faz neste pa�s -, � o mesmo que seria avassalador contra nomes como Stockhausen e outros compositores contempor�neos, e em se tratando de considera�es acerca do universo pop/rock, a� ent�o s�o totalmente desp�ticos (ignorantes no seu despotismo cego, pois a cultura pop urbana - considero cultura pop, tudo aquilo que vai desde electr�nica ao rock -, n�o se aprende numa sala de aulas, mas antes nas rua). Porque comparas algo futurista e vision�rio, como os Buraka Som Sistema, com m�sica Pimba retr�grada? Essa tamb�m n�o entendi! Eu sou uma pessoa que ouve de tudo - j� aqui me manifestei contra coisas de que n�o gosto e apoiei coisas de que gosto muito, no mundo da m�sica - e, felizmente, o meu ecletismo musical permite-me entender o m�ximo poss�vel o universo da m�sica (que tanto pode estar nos sons quotidianos, que ouvimos todos os dias da rua, como numa composi�o pomposa e intrincada de um compositor como Beethoven, por exemplo). N�o Blueminerva, n�o concordo contigo... mas l� est� � t�o somente a minha opini�o!

O Pinoka disse...

E o pior, é que geralmente quem ouve aquilo corta os pulsos aos outros, não os próprios.
Bjs

Zb disse...

não são definitivamente o meu género de música.
mas até que achei piada aos putos ( e meninas )...

é claro que nada se compara a AC/DC...
que são a minha paixão.

abraço

blueminerva disse...

Amigo Vieille,
"mi casa es tu casa", e com isto quero dizer, que aqui neste charco a tua opinião é sempre bem-vinda. Meu querido amigo, devo dizer que com o tempo, cada vez me fascinam mais as pessoas que têm uma opinião oposta à minha, porque estar em permanente concordância é uma maçada. Quanto aos Buraka, não retiro uma vírgula ao que escrevi, detesto.

Caro Pinoka,
Homicídio colectivo ao som dos Buraka Som Sistema? Parece-me apropriado. Aposto que até o Charles Manson se sentiria inspirado.


Caro ZB,
AC/DC faz parte da minha adolescência. Ouvi muito.

Abraços

Pedro disse...

Buraka é realmente a nivel sonoro original e criativo. É no entanto dificil qd a primeira coisa que reparamos é no videoclip (n tou a dizer k seja o seu caso) e na lingua em que é cantada.
Ora o videoclip pouco apela, prontos vá lá irrita. A letra "yah yah" irritará? no minimo sim.
Dp a MTV faz questao de passar buraka as 09h, as 10h, as 13h, as 13h30, as 16h as 17h e qd xega a hora de conseguirmos apreciar o som ja nao podemos ouvir akela merda.
Usei o exemplo da MTV mas é tudo, a radio, os tokes polifonicos dos outros, anuncios na TV, waiting ring da tmn...
Nao gosto de Buraka pq o som que criamos nao nos torna "likeable". No entanto ja ouvi que como Dj's sao muito bons. Novamente sem ser grande apreciador do genero. So posso dizer que a sua fusao de estilos gerou algo unico.

blueminerva disse...

Original e criativo... hum... é capaz. De facto não estou a ver ninguém em Portugal com decadência sonora equivalente aos Buraka.
Originalidade, criatividade e inovação sonora no sentido estético remete-me para Jean Michel Jarre, por exemplo. Mas lá está Pedro, são opiniões.
Um abraço

Su disse...

buraka...........td dito


jocas maradas...mas de sons.......

Vieille Canaille disse...

O Charles Manson inpirou-se no`White Album dos Beatles (a quem chamava de "os quatro cavaleiros do apcalipse") para, com a "The Family" (grupo de psicopatas liderados por ele), assassinar a então mulher - que se encontrava grávida - do Roman Polanski: Sharon tate. Nesse crime, eles assinaram, com o sangue de uma das vítimas, o título de uma das músicas do mesmo album, e que é aquela que considero a música rock perfeita: "Helter Skelter". Como vês, Blueminerva, até seria elogioso para os Buraka Som Sistema se o Charles Manson, hipotéticamente, os escolhesse como inspiração para mais uma das suas mutilações sangunárias!


Ouvi novamente o tema dos o Buraka Som Sistema e voltei a gostar. Provavelmente não faz parte do teu universo musical, mas recomendo-te a que oiças os álbuns da M.I.A., pois terás de, inevitavelmente, reconhecer que não banais e comuns, e representam inovação... o que na música também é uma mais valia.


(como diria o marnunfrei:

Beijos + abraços

Abreijos)

Vieille Canaille disse...

Jesus Christ! Só agora li o teu último comentário, Blueminerva! O que é que o Jean Michel Jarre tem de inovador!!!!!!!? Pode ter tido alguma (sublinho: alguma) importância no início de carreira, ou então no álbum em que a Laurie Anderson (sim, essa grande senhora tocou com o Jean Michel Jarre... coitada!) participou, mas tendo em conta o contexto (com os Kraftwerk nos anos 70, ou então, a electro-pop dos anos 80), a electrónica do sr. Jarre é tão importante quanto um frigorífico no Ártico ou um aquecedor no deserto do Sahara! Ouves muita música mainstream, o que não é necessáriamente mau, mas tem um indice de probabilidade muito maior de ser desinteressante, porque para as massas o que interessa é vender, não a qualidade artística. Quanto ao megalómano Jean Michel Jarre, esse nunca chegou aos calcanhares do pai, o Maurice Jarre, que compôs bandas sonoras para filmes como o "Lawrence of Arabia".

Abreijos

Nuno disse...

Não gosto, como não gosto de Jean Michel Jarre, como não gosto de Charles Mason...mas gosto, e muito, de Laurie Anderson.

Beijo

Rute disse...

Esses tipos são sem dúvida a diarreia deste país!

lampâda mervelha disse...

Tudo depende do que tenha tomado e consequentes efeitos.

É por isso que eu gosto deles... é um género 3 em 1, aqui fica :)

http://www.youtube.com/watch?v=xK3qylwd-M0

Vieille Canaille disse...

Acho que ninguém, mentalmente saudável, gosta do Charles Manson! Apesar de que foi-lhe permitido editar um álbum da cadeia onde está preso, sem intuitos comerciais, mas... claro está... até como músico ele sempre foi mediocre!

mitro disse...

Nunca ouvi! (Ainda bem que tenho o rádio do carro avariado, podia algum radialista querer oferecer-me essa ´pérola´!)

blueminerva disse...

Eu não morro de amores por Jean Michel Jarre, mas reconheço-lhe criatividade e inovação. Aliás, tal como os Buraka, são criativos e inovadores no que diz respeito à sonoridade, o que não quer dizer que sejam bons no que fazem.

Conheço a fixação de Charles Manson pelos Beatles, e sei que ele gravou um álbum, mas nunca ouvi nada da criatura.

Que belíssimo som caro Lampâda!

A todos, um arquipélago de abraços

Pedro disse...

So vim concordar com 2 coisas.. com o a opiniao do Vieille Canaille sobre Jean Michel Jarre, e com o Nuno sobre a Laurie Anderson.
Mas como a blueminerva disse "são opiniões".