segunda-feira, maio 21

O estado do futebol em Portugal

Tudo começou em 1978 com Manuel Vicente. Desde aí para cá foi o que se sabe. Em quase 30 anos muita coisa já foi esquecida, mas se consultarmos a imprensa relembraremos o que foi a história vergonhosa do futebol português neste espaço de tempo. Se a procuradora-geral adjunta puder realizar um trabalho de investigação isento, como é seu apanágio, então decerto muita coisa virá novamente à "tona". Esperemos é que as costumadas forças de bloqueio às investigações não actuem novamente para podermos ter, pelo menos, uma parte da história recente do futebol português recontada. Olhemos para Itália, que é a actual campeã do mundo e sigamos-lhe o exemplo! A Juventus também foi claramente a melhor equipa italiana nos últimos 3 anos e agora está na serie B! O Marselha foi campeão europeu em 1995 e passado uns meses o presidente foi preso por corrupção desportiva!
Consultem-se os jornais de há 30 anos para cá! É um desfile de nomes e casos sem precedência na história do futebol e do desporto em geral português. Manuel Vicente, José Guímaro, José Silvano, Carlos Calheiros, Marques da Silva, António Garrido, José Guedes, Martins dos Santos, Azevedo Duarte, Fortunato Azevedo, Soares Dias, Pinto de Sousa, Adriano Pinto, Ferreira Torres, Lourenço Pinto, Pinto da Costa, Reinaldo Teles, Isidoro Rodrigues, Raul Ribeiro, Rosa Santos, Pimenta Machado, Valentim Loureiro, guarda Abel, etc., etc... Investigue-se e reponha-se a VERDADE!

3 criaturas afundaram esta pérola:

Bisnaga disse...

Etc, Vale e Azevedo, José Veiga e o famoso jogo com o Estoril no Algarve, etc, etc

TonyMorgadinho disse...

E o Calabote?

blueminerva disse...

Ainda bem que falas no tão falado caso Calabote.
Corria a época de 1958/59. A última jornada seria decisiva. O árbitro Inocêncio Calabote é indicado para apitar o jogo Benfica vs CUF. Uma partida escaldante porque o Benfica precisava de ganhar por uma diferença de 4 golos que permitisse ultrapassar o score do FCP. Noutro campo jogava-se outro escaldante Torreense vs FCP. Escaldante pois o Torreense perdendo descia de divisão e o FCP precisava apenas de guardar uma margem de diferença de 4 golos que tinha sobre o Benfica.
Facto 1 - O jogo do Benfica começou 6 minutos depois da hora marcada. Obviamente que foi multado.
Facto 2 - O jogo do Benfica terminou 10 minutos depois do jogo de Torres Vedras. O que quer dizer que o Calabote só deu 4 de desconto.
Facto 3 - O jogo termina com a vitória do Benfica 7-1.
Facto 4 - O jogo do FCP termina com a vitória dos azuis por três bolas a zero (por altura do apito final, o Torreense já só jogava com 9). O árbitro? O saudoso Francisco Guiomar.

Por acaso sabes quem foi campeão essa época? Foi o FCP meu caro.