sexta-feira, abril 24

Fase esquizóide

Folheio os diários da puberdade. Um vexame! Referências muito simpáticas a bandas que não valem um escarro, amuos com metade do mundo, histerias de cada vez que surgia uma borbulha, teorias do cagalhão, crises existenciais a cada princípio de semana, pseudo-depressões, crenças patetas merecedoras de um chapadão de orelha a orelha... Enfim, os relatos são hediondos!


Em boa verdade vos digo, não sei se hei-de ficar deprimida ao ler as barbaridades outrora escritas ou se hei-de pular de alegria por conseguir conter o vómito.
É certo que todos os adolescentes são idiotas, mas eu, fui porventura a adolescente mais idiota que conheci.



Bom fim-de-semana camaradas.

11 criaturas afundaram esta pérola:

Ricardo Ramalho disse...

Adoro-te!

Arrancas-me sempre um sorriso nos teus posts! :)

Comunica!! :D

Rute disse...

Ahahah, lol Queres competir? Eu tinha o quarto forrado a backstreet boys!!! Eram gigantes no tecto e atras da porta! lolololol.

Mais as depressões e amuos que me levavam a bater com a porta aos mil watts!!! lololol. entre outros! A mim dá-me para rir!

Nunca mais me esqueço das primeiras bebedeiras em k eu pegava na vassoura e dizia que ia voar até a lua! lol.

Bom fim-de-semana, querida blue! ;) ***

GANDALF disse...

Não acredito nada no teu julgamento sobre ti,mas mesmo que assim fosse,neste momento és de certeza alguem muito interessante e que sabe bem o que quer.
Beijos camarada e bom fim de semana ;)

ηatalie αfonseca disse...

LOL!
Nada como acabar o dia de trabalho a rir com o que escreves :P

Bom fim-de-semana.
Bjs :)

P.s. E um café bloguistas, não?

ηatalie αfonseca disse...

P.s.I Eu até tenho medo de contar as coisas que eu fazia... :S LOL :D

MouTal disse...

Fomos dois...
Faz amanhã 35 anos que eu era o homem mais feliz do mundo e acreditava que Portugal ia ser o melhor país do mundo.
Quero com isto dizer que aos 28anos eu era (ainda) um perfeito idiota.
Bom 25A e bom Domingo.
Beijinho.

Zb disse...

mesmo assim amiga, ainda tem coisas que os adolescentes fazem melhor do nós, adultos, armados por velhos em carrancudos, eles sabem se divertir bem melhor do que nós, por vezes, e arrancam sempre belas gargalhadas de galhofa, que são coisas que nos fazem falta, por isso nada melhor do que de vez em quando continuar a ser adolescente, nem que seja só aproveitando a parte boa desses tempos, o resto é história.

beijinhos e bom fds

Woman Once a Bird disse...

A minha maior vergonha (para além de em tempos ter acreditado no Sócrates, queredo) foi ter sido apreciadora de Roxette. :) Tenho tremores quando me lembro disso.

pinguim disse...

A tua capacidade de auto-crítica imediata te iliba de qualquer idiotice de adolescente; e quem não passou por aí?
Beijinhos.

Annie disse...

e recordar é viver. será? :P

lampâda mervelha disse...

ainda sou... ainda sou...



adolescente? Também...