domingo, maio 11

Os sonhos são alertas que não se deve ignorar

Quem me conhece sabe que eu não bebo álcool, mas esta noite sonhei que tinha bebido absinto (nem sei a que sabe, só sei que é verde) e de repente, dei por mim a correr nua numa rua mal encarada. Corrijo, dei por mim a correr nua numa rua mal encarada, histérica e descalça. Descalça!!! Ora descalça, só a idiota da Cinderela. Porque no tempo da Cinderela, não havia Jimmy Choo nem Manolo que confortasse os pés da coitada. E além do mais, aposto que a Gata Borralheira tinha as patas cheias de joanetes dos sapatos mal amanhados que usava. Tamancas de serviçal por certo. Agora eu?!?! Descalça!!! For Fuck's Sake!
Nem preciso de recorrer à sabedoria de Sigmund Freud. O que eu preciso é de comprar rapidamente um par de sapatos. Bonitos. Caros. Extravagantes. É senso comum. De qualquer maneira, ando toda fodida da mona. Mas confesso que gosto da minha alienação mental em estado bruto. É pura adrenalina, por isso dispenso Prozacs e afins... já os sapatinhos...

13 criaturas afundaram esta pérola:

Woman Once a Bird disse...

Sinceramente, acho que os joanetes aparecem com os Manolo e Jimmy Choo quer, por serem gajos e nunca terem usado saltos, acham que as mulheres nos sapatos apeas os decoram. E viva o desconforto.

Sorrisos em Alta disse...

Se te oferecer o par de sapatos que queres, em troca bebes um penalty de absinto???

Su disse...

blue... tu compra depressa uns sapatinhos lindos..........
........mas já sabes,,,,o resto do mes a ervilhas:)))))))))))

jocas maradas sem traumas

Rocket disse...

nãã~...eu sou bom a interpretar sonhos: onde costumas andar descalça? Na praia, pois... está quase...

quETzalcoatl disse...

ahahahahahah cops and queers make good looking models . ....

Não bebo álcool, nunca fumei uma ganza e estou decidida a deixar o tabaco. Preciso de novos vícios. Aguardo sugestões.

www.movimento-xexe.blogspot.com

Nuno disse...

há quem tenha fetiche por pés elegantes, calçados em Jimmy Choo e em Manolo... ai ai

Beijo

BaBy_BoY_sWiM disse...

nua?! Isso parece-me bem... Mas se é para correr mais vale comprares umas sapatilhas e um fato de treino!

eheh

Abraço

MouTal disse...

As desculpas que tu inventas para justificares a compra de um par de chanatos...até parece que o dinheiro não foi ganho por ti.
Compra e que não torças um pé nessas malvadas calçadas do Funchal.
Tem uma boa semana...e não ligues muito aos sonhos.
Abraço.

Toni disse...

Eu costumava pedir absinto com limão quando perambulava pelo Bairro Alto. Já foi moda. Agora, se peço tal coisa, o normal é nem haver e o barman ficar a olhar para mim como seu eu fosse um alien e a perguntar se não quero antes uma vodka red bull.
Bleaghh... Coisa nojenta.

Zb disse...

Proof Dolce Vita

abraço

blueminerva disse...

Cada um tem os seus luxos. Há por aí malta a gastar 300€ e mais, por um telemóvel. Coisa que eu nunca pagaria. Há quem pague por relógios, por óculos, etc... eu sou só sapatos.

Um arquipélago de abraços

MARNUNEFREI disse...

O álcool é o factor desinibidor. A nudez, a ausência de preconceitos, do pudor na sua vertente vergonhosa, o julgamento.
O calçado simboliza a personalidade, o carácter e, por sua vez, o ego.

E tal como os pés descalços, há só dois modos de andar na vida. Um é de braços abertos… tocas em tudo, sentes tudo, mas também tudo te toca, tudo te fere.

A outra é de braços fechados, protegendo o peito, nada te alcança, nada te magoa, mas também nada sentes!

Nada na vida, incluindo os sonhos, tem significado, a não ser o significado que lhe dês.

Para corroborar com este perspectiva preciso que tenhas em mente a historia através dos tempos, desde o sacrifício de pessoas aos deuses, passando pela queima das bruxas na fogueira, até o tempo de Galileu, e etc.

O que as pessoas procuram, realmente, nas outras, de modo inconsciente, em conversações é, o avalo, o eco das suas verdades. Quanto maior o eco e o número de pessoas em concordância, maior serão as convicções. Daí o facto, de uma mentalidade diferente posar tanta ameaça. Por que implica um atentado directo às suas convicções. E todas as pessoas, sem excepção, colocam-se, à partida, no lado da “verdade”. “Antes morrer a perder a razão!” Especialmente se isto englobar religião, porque então tem implicâncias directas com a salvação… Vejamos o caso dos muçulmanos.

Um dos modos de definirmo-nos, é condenado aquilo que não somos!

O que as pessoas não compreendem é que existe imensos caminhos, mas só um destino.

lampâda mervelha disse...

Então... e... era só isso o sonho? Oh... flop!