quinta-feira, maio 8

Botânica

Há quem diga que somos plantas. Há quem seja orquídea, há quem seja girassol, flor-de-lotus, hera, bonsai, narciso, cacto etc... Somos plantas, somos flores.
Se nos tratam com carinho e atenção, habitualmente temos bom aspecto. Se cuidam de nós com amor, sentimo-nos vivos e frescos. Mas é certo que uns precisam de mais cuidados do que outros, por isso é que não somos todos a mesma planta/flor.
Eu já fui orquídea. Bela, frágil e dependente. Hoje, acho que sou um cacto. Sou forte. Sou resistente, difícil de abater. Sou autónoma. E como um cacto que sou, detesto quando me tratam como uma flor de estufa.

6 criaturas afundaram esta pérola:

lampâda mervelha disse...

Gostava de ser erva daninha...

P.B. disse...

Com o passar do tempo, com a experiencia, a flor que somos torna-se realmente em algo mais forte, por vezes não conseguimos ser nem ver a flor de estufa que nos caracteriza. Gostei da tua reflexão.
Beijinhos

MARNUNEFREI disse...

Your Words are like a hug and a lullaby to sleep…

BaBy_BoY_sWiM disse...

e muito suculento... És daquele "tipo" de cactos que dá tabaibes?!

É verdade... Lembrei-me de ti... Vê esta anedota tem a ver com a tua foto - as botas de cano alto.

Três mulheres, uma noiva, uma casada e uma amante, decidiram fazer uma brincadeira: seduzir seus homens usando uma capa, corpete de couro, máscara nos olhos, botas de cano alto, para depois dividir a experiência entre elas.

No dia seguinte, disse a noiva: - Quando meu namorado me viu usando o corpete de couro, botas com 12cm e salto e máscara sobre os olhos, me olhou intensamente e disse: ' Você é a mulher da minha vida, eu te amo'. E fizemos amor apaixonadamente.

A amante contou a sua versão: - Encontrei meu amante no escritório, com o equipamento completo! Quando abri a capa, ele não disse nada, me agarrou e transamos a noite toda, na mesa, no chão, de pé, na janela, até no hall do elevador!

E aí a casada contou sua história Mandei as crianças para a casa da minha mãe, dei folga para empregada, fiz depilação completa, as unhas, escova, passei creme no corpo inteiro, perfume em lugares estratégicos, e caprichei: capa preta, corpete de couro, botas com salto de 15 cm , máscara sobre os olhos e um batom vermelho que nunca tinha usado. Para incrementar, comprei uma calcinha de Lycra preta com um lacinho de cetim no ponto G!. Ainda apaguei todas as luzes da casa e deixei só velas iluminando tudo.

Meu marido chegou, me olhou de cima abaixo e disse: - 'Fala aí “Batman”!!!!! O que temos para o jantar'?

blueminerva disse...

Impecável BBS!

A todos, um arquipélago de abraços

Su disse...

confesso sou flor de estufa....

jocas maradas