quarta-feira, abril 23

Introspecção/Reabilitação

Só por uma vez me entreguei por completo numa relação. Nas restantes, que foram posteriores, deixei sempre um pé de fora. Foi sempre mais forte do que eu.
Às vezes tenho a sensação que vivo em constante período de recobro e que por consequência, fui tornando-me afectivamente desligada, como alguém já teve a bondade de me apelidar em altos decibéis.
Hoje (ontem), após longa e franca conversa, fui confrontada com esta situação e resignada, reconheci de viva voz que, com o tempo tornei-me efectivamente, afectivamente ausente. E devo confessar, que muitas vezes cheguei a sentir orgulho na minha capacidade de distanciamento emocional... "ninguém me doma porque ninguém me alcança". Mas hoje (ontem), cuspiram-me a realidade de forma crua, como só os verdadeiros amigos fazem. Leram-me as mágoas como ninguém, e choraram comigo. E aquele abraço apertado, amparou-me como um regaço.
Reabilitar a alma, o coração, é imperativo, é urgente.

15 criaturas afundaram esta pérola:

Su disse...

menina tu estás na ilha ..mas não és uma.....

jocas maradas....e um abraço do tamanho do mar

Vieille Canaille disse...

"I'am human and I need to be loved, just like anybody else does" The Smiths

lampâda mervelha disse...

Está apenas em ti a |re|solução.

Vá, é um exercícios diário. Por vezes custa, mas consegue-se...

...oh como sei.

Miguel disse...

por vezes essa tal introspecção é necessária...

e só quando nos atiram as verdades á cara é que tomamos consciência delas..

bjocas ;)

Ricardo Ramalho disse...

Boa sorte :)

Zb disse...

que encontres a luz que procuras...
se não a quiseres procurar, deixa ao menos que alguém encontre essa luz em ti.

abraço

Vieille Canaille disse...

Por favor, a quem gostar de animais: está uma cadelinha muito bonita, uma rafeira de dois meses, para ser oferecida, na clinica veterinária do Caniço, em frente ao Caniço shopping. Se gostam de animais e querem a companhia de uma cadelinha, vão buscá-la, ela certamente ficará agradecida para sempre (a quem cuidar bem dela, é claro).

rouxinol de Bernardim disse...

Aqui está uma postura sensata, uma liberdade restritivamente assumida, com elegância, com prudência, com sabedoria!

Assim, sim!

Rute disse...

Há quem queira manter-se distante. Quando lutei com mais força para não me deixar envolver, foi quando senti com mais força. E se não me "tivessem apertado o pescoço" nunca estaria a viver a história maravilhosa onde me encontro.

You need do melt down that cold heart. Sometimes ice gets burned.

MouTal disse...

É sempre bom ter um amigo que nos traga à realidade.
Escuta as palavras do Zb e da Su,são sábias e duma grande sensibilidade.
Acredita que é uma grande fortuna teres amigos assim.
Abraço.

O Pinoka disse...

Não seques, Blue. Não deixes que aconteça.
Boa sorte na tua introspecção/reabilitação.
Bjs

blueminerva disse...

Senti as palmadinhas nas costas. Bem-hajam amigos!
Abraços

Pedro Espírito Santo disse...

Deixaram-me um comentário recentemente com um poema do Vincius de Moraes, ide lá ler, está num dos últimos posts colocados.

Vai apreciar !

L. C. disse...

Todos os dias crescemos um bocadinho... e os amigos trazem-nos justamente esses abanões que tanto precisamos. Força :)

pedro lopes disse...

Carissima Blueminerva,

não se deixe ir abaixo.

Pelo que aqui vou lendo, há muita força interior, muita sinceridade, entre tantas outras qualidades, na sua pessoa.

Os amigos servem para "abrir os olhos", e, já que "os abriu", agora é só caminhar em frente com a sua força.

Para si, um arquipélago de abraços Açoreanos, pois assim, com 9 ilhas, sempre são mais abraços. ;)