quarta-feira, março 19

Senhoras e senhores, com vocês

Pink Floyd - "High Hopes" Live

11 criaturas afundaram esta pérola:

O Pinoka disse...

Simplesmente os melhores. Fenomenal!

Vieille Canaille disse...

Os Pink Floyd só tiveram sentido até 1977, a partir daí foi só bater punhetas ao ego! O "The Wall" é uma merda descomunal (Nunca entendi a histeria colectiva maciça em turno desta bosta gigantesca!!!)!! Porém foram um marco importantíssimo para a música com álbuns como "The Piper at the Gates of Dawn" (com o génio, torturado pelas drogas, do Syd Barrett), "A Saucerful of Secrets" (ainda com um tema do Syd Barrett, que por esta altura era já "carta fora do baralho", dando lugar ao David Gilmour), "More" (banda sonora do filme. Este élbum é simplesmente fabuloso! Durante algum tempo da minha vida, era o meu preferido!), "Ummagumma", "Atom Heart Mother", "Meddle", "Obscured by Clouds", "The Dark Side of the Moon" (este começa já a ter indícios de decadência e de demência egocêntrica do Roger Waters), "Wish You Were Here" (é uma dedicatória simpática do grupo ao Syd Barret, mas é só isso, porque o "Shine On You Crazy Diamond" é tão enjoativo, que apetece vomitar a ouvir!) e finalmente "Animals" (neste, usavam na digressão um porco insuflável suspenso no ar, a fazer lembrar o nosso balão do Funchal, mas no nosso caso, os porcos são outros!). Pronto, a partir daqui é só música para "queques" e "betinhos", daqueles irritantes que proliferam no Funchal, com puloverzinhos de lâ em cima dos ombros - de preferência da Benetton (ou já passou de moda?!) -, lenço nojento à volta do pescoço (imagem tão burguesa e arrogante! Blheargh!), camisinha engomadinha, calcinhas Boss e sapatos da Cloé (ainda existe esta sapataria?) tentando ao máximo dar uma imagem de ostentação através da aparência! Alguns "metálicos" moribundos também idolatram, incompreensivelmente, Pink Floyd... vá-se lá saber porquê!!! Pronto, podem descarregar em cima de mim à vontade que eu não me importo!

blueminerva disse...

Acho fantástico como você consegue vestir os fãs de Pink Floyd. São opiniões meu caro. Da minha parte, devo-lhe dizer que oiço estes britânicos desde pequenina e desde cedo acostumei-me a respeitá-los, não só pela belíssima sonoridade, mas também pelas letras. Quanto às punhetas... meu caro Vieille Canaille, devia ser obrigatório bater uma, de cada vez que se ouve a voz de Roger Waters.
Um abraço

Ah... a sapataria Cloé ainda existe.

Luís Silva disse...

Estou a ver que alguem tem sérios problemas de identidade social e não só(não me querendo referir à honorária detentora deste blog claro :))
Pink Floyd são fantásticos, esta música inspira-me!Não é a minha preferida mas é uma das...
Beijinhos**

Sancho Gomes disse...

O(a) Vieille Canaille tem de me dizer onde é o seu caixote do lixo...

Blue, como sei que és apreciadora de Queen, aconselho-te e ver o musical We Will Rock You, que está no Dominion de Londres. Absolutamente fantástico!

blueminerva disse...

Foste ver Sancho? Por acaso já ouvi maravilhas sobre esse musical!
Em Setembro tenho uns dias de férias e já tenho voo marcado pra Londres e farei os possíveis para ver.
Um abraço

Vieille Canaille disse...

Também detesto Queen (como seria de esperar!)! Eh, eh, eh! Bom, oiço muita coisa, mas como diz a senhora deste blog, são opiniões! Respeito as de toda a gente!

Sancho Gomes disse...

Blue,

fui. É mesmo muito bom! Não percas (apesar de lá para Setembro já não ser o mesmo elenco).

Vieille Canaille: gostos discutem-se, sim senhor. E tenho a informá-lo que os seus não serão grande coisa:)

Vieille Canaille disse...

Bom... então se gostos se discutem, caro sr. Sancho Gomes, aceito que me diga que os meus gostos não sejam grande coisa, mas a verdade é que eu apresentei argumentos para explicar os meus gostos duvidosos, agora o sr., até agora tem sido muito evasivo! Eu dei-me à discussão, o sr. impôs ideias, não estará a se contradizer quando diz que gostos se discutem? De qualquer forma, disse e digo sempre, que respeito todas as opiniões, mesmo que contrárias às minhas! Já opinei sobre músicas, aqui apresentadas, de que gostei e de que não gostei. Dei-me, de facto, à liberdade do uso de vocabulários menos dignos, recorrendo até ao calão, mas num post qualquer deste blog li também que - e passo a citar: "E o propósito deste blogue, foi desde o início, dar espaço às verborreias dessa criatura que dá pelo nome de blueminerva", logo, tomei a liberdade de me expandir em vocabulários, julgando não chocar ninguém. Se o fiz, lamento e peço desculpa!

Sancho Gomes disse...

Vieille canaille,

naturalmente não me ofendeu. E se não reparou, estava a brincar consigo, por isso coloquei o sinal de lol :).

Quanto aos gostos, é como dizia o Goldoni: "Discutir gostos é tempo perdido; não é belo o que é belo, mas aquilo que agrada". Por isso, reconheço-lhe toda a legitimidade de não partilhar dos meus. Mais, não precisa sequer de justificar. Podemos não gostar e pronto!
Relativamente a Pink Floyd, poderia ficar horas a argumentar a sua estética musical, mas basta que lhe diga que gosto de Pink Floyd porque me emociona. Sempre que os oiço e qualquer música.
Relativamente à linguagem, não me parece que a dona deste charco se incomode e por mim, que não sou um puritano, esteja à vontade!

Vieille Canaille disse...

Ok! ;-) Eu também sou assim: tenho o irritante defeito de criticar tudo! Desculpem-me! Quanto a música, oiço de facto de tudo, mas oiço muito pouco mainstream, oiço muito mais coisas alternativas. Há uns gajos que escrevem muito bem sobre música, e cujo blog eu costumo acompanhar, de onde costumo tirar ideias para downloads. Eles estão, geralmente, muito bem informados e actualizados no que se refere a pop-rock. Se tiverem curiosidade em visitar, o blog é este:
www.blogdoputo.blogspot.com/
Por aqui podem ver, mais ou menos, que coisas costumo ouvir.


Abreijos (beijos + abraços) a todos.