domingo, outubro 21

Redenção

Alguém da família passou por este charco e ficou escandalizada com a linguagem.


«Não volto a escrever caralhices e afins»
«Não volto a escrever caralhices e afins»
«Não volto a escrever caralhices e afins»
«Não volto a escrever caralhices e afins»
«Não volto a escrever caralhices e afins»
«Não volto a escrever caralhices e afins»
«Não volto a escrever caralhices e afins»
«Não volto a escrever caralhices e afins»
«Não volto a escrever caralhices e afins»
«Não volto a escrever caralhices e afins»
«Não volto a escrever caralhices e afins»
«Não volto a escrever caralhices e afins»
«Não volto a escrever caralhices e afins»
«Não volto a escrever caralhices e afins»
«Não volto a escrever caralhices e afins»
«Não volto a escrever caralhices e afins»

8 criaturas afundaram esta pérola:

Su disse...

tu não faças uma coisa dessas....


jocas maradas ..sem stress

Diego disse...

bom humor ácido...hehehe mas não abandone nossas necessidades sarcásticas! obrigaod pela visita... tu já está linkada no TRI BUENAS

Rui Caetano disse...

Isso é bom sinal. Quer dizer que há gente a passar pelo teu blogue e a intervir. Antes assim, do que a indiferênça.

Andreia disse...

OH NÃO! Volta à caralhice! É preciso uma petição?
beijinhos

blueminerva disse...

Pronto... pronto.
Posso sempre postar qualquer coisa do Bocage.
Sim, eu sei... é difícil encarar a vida sem um caral...(ups!) Não se preocupem, acontece aos melhores e, por qualquer falha genética ou aberração do ADN, também a vocês.
Um abraço

maria elisa disse...

Qual foi o membro?

blueminerva disse...

Uma tia muito muito querida que descobriu muito recentemente o blog nojento que a sobrinha mantêm.

Anónimo disse...

Não me digas que foi a tia-avó Georgina que mandou uma mensagem do além ehehehe Só pode

NAFC xxxxxx